ouvidoria@iguaba.rj.gov.br

Whatsapp (22) 99282-5930

Vice-Prefeito Leandro Coutinho preside plenária do Comitê de Bacia Lagos São João

Iguaba Grande recebe obra de esgotamento sanitário no bairro Cidade Nova: rede coletora de esgotos terá estação elevatória

Na última quinta-feira (10), o Vice-Prefeito Leandro Coutinho, dirigiu a plenária do Comitê de Bacia Hidrográfica Lagos São João para aprovar a utilização de recursos financeiros para o financiamento de obras de esgotamento sanitário em três municípios da Região dos Lagos, incluindo Iguaba Grande. Além dos membros do plenário do Comitê, estiveram presentes representantes das prefeituras, dos usuários que possuem licença pelo uso da água (como as concessionárias Águas de Juturnaíba e Prolagos) e entidades civis, contribuindo para a gestão participativa e descentralizada dos recursos hídricos.

O projeto aprovado para Iguaba Grande consiste na construção de rede coletora de esgotos no bairro Cidade Nova, incluindo uma estação elevatória, totalizando 109 ligações de esgotos, com orçamento de um pouco mais de 1 milhão de reais. Ainda, foram aprovados projetos para áreas de São Pedro da Aldeia (Praia do Sudoeste, arredores da UPA e Bairro São João) e de Araruama (comunidade quilombola Sobara).

Na ocasião, o Vice-Prefeito que, também, é o presidente do Comitê de Bacia Lagos São João, falou do esforço em busca de recursos para a cidade. “Ficamos muito felizes com o resultado da reunião, porque agora vamos começar a implantar esses projetos de saneamento que estamos trabalhando há um tempo. Quando, há cerca de dois anos atrás, eu e Grasiella, como presidente do Consórcio, entramos nessa missão, nós nos empenhamos para reestruturar os trabalhos. E agora estamos colhendo os frutos, os recursos que estão saindo agora para investir em toda a Região de abrangência do Comitê. Dentre os projetos, está a revitalização da lagoa. Para conseguir esses recursos tem todo um processo burocrático, e nós lutamos para conseguir”, declarou Leandro Coutinho.

Esta proposta foi elaborada com a parceria da concessionária Prolagos. Os recursos financeiros são advindos da cobrança pelo uso da água na região hidrográfica VI. De acordo com a Lei Estadual nº 5.234/2008, no mínimo 70% dos recursos arrecadados da cobrança pelo uso da água pelas concessionárias de água e esgosto devem ser aplicados em ações relacionadas à coleta e tratamento de efluentes urbanos, até que se atinja o percentual de 80% do esgoto coletado e tratado na respectiva Região Hidrográfica. Esses valores são destinados conforme deliberações do Comitê de Bacia lagos São João, sob a condição de aplicação em áreas que não estejam contempladas no contrato de concessão.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Inscreva-se e receba conteúdos via E-mail

© 2019 Assessoria de Comunicação - ASCOM. Todos os direitos reservados.

Skip to content