ouvidoria@iguaba.rj.gov.br

Whatsapp (22) 99282-5930

Prefeita Grasiella Magalhães é convidada para lançamento do Calendário Inclusivo da APEIG

Cer Flore’Ser é o único Centro Especializado de Reabilitação Física e Intelectual da Região

No sábado, 20, pais, familiares e convidados da APEIG (Associação de Pais Eficientes de Iguaba Grande), se reuniram na festa de lançamento do primeiro Calendário Inclusivo; no qual, 12 crianças estão representando os meses do ano de 2019. O calendário está sendo vendido e o valor arrecadado será usado para regularizar o grupo, como associação. Além da Prefeita Grasiella Magalhães e do Vice-prefeito Leandro Coutinho, os Vereadores Alessandro Grimauth, e Alan Rodrigues compareceram.

A APEIG é formada por 86 pais e familiares de pessoas com deficiência física, intelectual, síndromes e doenças raras com diagnóstico fechado ou não.   Bianca Duarte é presidente da APEIG, e vê a participação de todos, como uma ferramenta para as decisões serem tomadas e o desenvolvimento da associação: “Somos um grupo de 11, buscando uma qualidade de vida melhor pros nossos filhos. Nossa união foi, principalmente, para nos apoiarmos mutuamente. O grupo, também, tem o objetivo de acolhimento. A gente, já tem esse caminho, com algumas vitórias e o Cer Flore’Ser (Centro Especializado de Reabilitação Física e Intelectual) é uma das nossas vitórias. Existiu uma parceria dos pais com a Secretaria de Saúde. Isso, já é bacana. É claro, que nós, ainda, não alcançamos, tudo que desejamos e necessitamos pros nossos filhos. A nível de atendimentos, mas é uma estrada que a gente , já começou e somos felizes pelo que já começamos a conquistar”, revelou.

Segundo a assistente Social, Tecla Nunes e membro da diretoria da APEIG, o grupo nasceu em 2016:  ”A associação é um sonho, a Bianca teve essa ideia. Ainda tem um mito muito grande da pessoa com deficiência. E se cria um estigma de que é uma pessoa que não vai se desenvolver. E a gente se surpreende a cada dia, com as potencialidades deles”.

Tecla, que hoje, é assistente social, no Cer Flore’Ser  acredita na parceria com a prefeitura: “ A gente contribuiu com a instalação do Centro de Reabilitação. Na época fomos até a Prefeita Grasiella Magalhães e o Secretário de Saúde, Leônidas Heringer. A gente sabia das demandas dos usuários e a partir dali foi feito o piloto do que hoje é o Cer Flore’Ser. A gente vê como uma soma, muito bacana, a união dos pais, com educação e saúde, tendo o apoio da prefeitura. E entenderem que quem mais do que ninguém conhece uma pessoa com deficiência, são os próprios pais”, ressaltou Tecla.

Telma Bulhões é diretora do Cer Flore’Ser, hoje, são cerca de 200 prontuários, com grande número de autismo. O Centro de Reabilitação é composto por uma equipe médica, com especialistas das áreas necessárias para acompanhar e diagnosticar os deficientes físicos, intelectuais, síndromes e doenças raras.  Além, da assistente social, tem neurologista, psicólogo, ortopedista, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional e, fisioterapeuta. De acordo com Tecla, Agora, crianças com, até três anos, quando são identificadas, têm muitos ganhos. Ela, já não vai ter o atraso que ela teria se só fosse descobrir isso, com quatro, cinco anos, porque tem estimulação precoce no Cer Flore’Ser. “Por isso, é importante, a mãe observar se a criança tem algum atraso no desenvolvimento e sinalizar ao pediatra, que vai sinalizar pra Secretaria de Saúde e que irá sinalizar pro Cer Flore’Ser”, alertou a assistente social.

A escola, também, sinaliza, encaminhando pro NAE (Núcleo de Atendimento ao Educando), que de acordo com a Coordenadora, Ana Cláudia Moreira, pedagoga, com especialização em psicopedagogia, os monitores, que atendem os alunos que necessitam do acompanhamento destes profissionais, recebe capacitação mensal de 10h. O NAE é composto por seis assistentes sociais, uma psicopedagoga, três pedagogas, uma fonoaudióloga e duas psicólogas.

Ainda, conforme Bianca, a inserção no campo de trabalho é outra garantia, que a APEIG quer realizar: “É importante, para que eles se sintam importantes e que a sociedade possa enxergá-los como parte dessa sociedade. As nossas crianças, nossos especiais, eles não podem mais ficar trancados dentro de casa. A gente os quer inseridos no mercado de trabalho, na cultura da cidade. A gente vai batalhar pra inserir os nossos filhos dentro desta sociedade”.

Os pais que ainda, não participam da associação que tiverem interesse em participar do grupo devem procurar a página do Facebook da APEIG ou na PIB, Primeira Igreja Batista de Iguaba Grande, no local, a diretoria se reúne uma vez por mês, na 3ª terça-feira, às 14h.

A Prefeita Grasiella Magalhães conversou com pais, ganhou abraços e beijos das crianças e parabenizou o trabalho do grupo, garantindo a continuidade na parceria, com a prefeitura: “Essa Associação está constituída no meu coração. E vocês formalizando a associação, terão meu apoio, fortalecendo o objetivo de vocês que é dar dignidade, qualidade de vida, vontade e prazer de viver dessas crianças, nas escolas e na sociedade”, declarou a Prefeita.

 

Texto e fotos: Andréa Morais

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Inscreva-se e receba conteúdos via E-mail

© 2019 Assessoria de Comunicação - ASCOM. Todos os direitos reservados.

Skip to content