ouvidoria@iguaba.rj.gov.br

Whatsapp (22) 99282-5930

“Dia D” acontece em Iguaba Grande contra doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti

Cerca de 30 agentes participaram da ação educativa no Centro, Estação, São Miguel e Orla

A Secretaria de Saúde por meio da equipe de Vigilância Ambiental em Saúde realizou neste sábado (16) o “Dia D”, com ações de como se prevenir da Dengue, Zika e Chikungunya. Os agentes comunitários, de endemias e da vigilância sanitária se concentraram na Praça Edyla Pinheiro tirando dúvidas dos moradores, dando orientações e marcando visitas nas residências. Em seguida, se dividiram em grupos e seguiram para pontos da cidade como o Centro, Estação, São Miguel e orla, onde distribuíram panfletos com informações.

O “Dia D” é uma idealização da Secretaria Estadual de Saúde e teve o apoio da Atenção Básica. Segundo o Coordenador da Vigilância Ambiental em Saúde, Wando Tomaz, o município está classificado em médio risco, de acordo com análises feitas pelos agentes. A ação educativa contou com, aproximadamente, 30 agentes para conscientizar os moradores dos cuidados que se deve ter quando se trata dessas doenças. “É importante que o cidadão faça, pelo menos uma vez na semana, uma vistoria na casa, de dez minutos para verificar se tem algum recipiente que acumule água. “Nós precisamos da colaboração dos moradores, essa ação não é só do setor público, mas, também da população”, disse o Coordenador.

Osório José é morador de Iguaba Grande há um ano e recebeu as cartilhas informativas dos agentes na ação. “Às vezes estamos criando o mosquito e não sabemos, por isso, essa ação é importante. As pessoas acham que não vão ter a doença, quando, de repente, são pegos desprevenidos. Nós, como moradores, temos que ter responsabilidade e consciência para diminuirmos os riscos em nossas residências e nas casas dos vizinhos”, declarou o morador.

A Dengue, Zika e Chikungunya são transmitidas pelo Aedes Aegypti que se alojam e se proliferam em locais de acúmulo de água. Segundo informações do Ministério da Saúde, o verão é a estação do ano mais favorável para o mosquito se proliferar, causando maiores riscos de infecção por essas doenças.

Texto: Lívia Lisle

Fotos: Marco Vianna

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Inscreva-se e receba conteúdos via E-mail

© 2019 Assessoria de Comunicação - ASCOM. Todos os direitos reservados.

Skip to content