Iguaba Grande está na quarta posição entre os 10 municípios listados no ranking regional do ICMS Ecológico 2021, do Estado do Rio

Iguaba Grande está na quarta posição entre os 10 municípios listados no ranking regional do ICMS Ecológico 2021, dos municípios da Baixada Litorânea, segundo a Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (SEAS), em pesquisa divulgada na última semana. 

Na listagem geral do estado, Iguaba ocupa a 23º posição. No ano de 2020 a cidade estava na 42º colocação.

Para ser beneficiada pelo recebimento dos tributos de ICMS Verde, o município deve atender critérios ambientais estabelecidos em leis estaduais, como: proteção de vegetação nativa; Qualidade ambiental dos recursos hídricos; Índice de tratamento de esgotos e índice de mananciais de abastecimento e resíduos sólidos.

“Iguaba conseguiu preencher todos os requisitos e comprovar um trabalho efetivo nas áreas de proteção ambiental, juntamente ao governo foi criada a Comissão de Elaboração, Execução e Monitoramento do Programa Municipal de Educação Ambiental (Promea)”. Explicou o secretário de Meio Ambiente Vinícius Lavalle.

“Através do Promea conseguimos promover a educação ambiental bem como a inauguração do Espaço Ambiental, instalado na sede da secretaria e manter o pleno funcionamento dos equipamentos como: a Clínica Animal, o Horto, as trilhas, e a Guarda Ambiental.” Completou Lavalle

O ICMS Ecológico é um mecanismo tributário criado a partir da Lei Estadual n° 5.100/2007, do qual promove aos municípios acesso a parcelas maiores dos recursos financeiros arrecadados pelo Estado por meio do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), para uso em ações que garantem a qualidade de vida da coletividade

 

Gestantes de Iguaba recebem Kit Bebê em comemoração ao mês da primeira infância

Em referência ao mês da primeira infância e das gestantes, comemorado em agosto, a secretaria de Assistência Social, Trabalho e Renda realizou nesta sexta-feira (20), um evento com gestantes assistidas pelo Programa Criança Feliz e do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS). 

 

Foram entregues 13 kits Bebês para as gestantes e foram convidadas uma Nutricionista, uma Enfermeira e uma Dentista para palestras para tratarem de temas como amamentação e alimentação na primeira infância.

 

De acordo com a Coordenadora do Programa Criança Feliz, Isabela Mastra, o programa trabalha com foco na primeira infância, atendendo gestantes e crianças de até seis anos. 

 

“A aprendizagem é desde o começo da vida, antes da criança entrar na escola, por isso a importância de estimular essa criança mesmo na gestação. Essa criança na primeira infância aprende dentro do contexto dos seus relacionamentos afetivos, por isso é importante dar suporte para quem cuida dessa criança.” Explica Isabela.

 

O kit bebê, entregue para as gestantes, contém banheira, mosquiteiro 

para berço, manta para bebê, pacote de fralda em tecido, kit cueiro, kits com 3 calças sem pé, camisetas de pagão, blusas de manga curta, macacões de pé, unidades de conjunto pagão (calça, blusa e casaco), toucas, luvas, sapatinhos, meias, chupeta de bico de silicone ortodôntico, mamadeira, chuquinha,

 travesseiro, jogo de lençol, bolsa baby bag, toalhas de banho com capuz, panos de boca, sabonetes de glicerina, shampoos e condicionadores, cremes contra assadura e pacotes de fraldas descartáveis.