ouvidoria@iguaba.rj.gov.br

Whatsapp (22) 99282-5930

Mais de 700 idosos são imunizados no primeiro dia de vacina contra a gripe

Número corresponde a 18% do total de público alvo acima de 60 anos

No primeiro dia de vacinação contra a gripe Influenza para idosos (23) a Secretaria Municipal de Saúde de Iguaba Grande imunizou, em casa, 706 pessoas com idade a partir de 60 anos. O número representa 18% do total de 3.911 idosos cadastrados nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município. Nesta primeira fase a vacinação vai até o dia 15 de abril e atenderá, também, profissionais de saúde, que começaram a receber a vacina no último dia 19. Do total de 600, 129 já foram imunizados. O calendário atende determinação do Ministério da Saúde.

Nesta primeira fase, todos os agentes de saúde de Iguaba Grande estão atuando na imunização. Para os idosos a vacina está sendo aplicada em casa para evitar aglomerações. A visita está sendo feita no endereço cadastrado na UBS. Para os idosos que ainda não tenham cadastro, a recomendação é que façam contato com a Ouvidoria da Secretaria da Saúde através dos telefones (22) 2634-3738 e 2634-3808 (ramal 222) e pelo email ouvidoriasaude@iguaba.gov.br Já os profissionais de saúde estão recebendo a vacina na Policlínica conforme escala interna.

Seguindo o calendário do Ministério da Saúde, a partir do dia 16 a campanha será para professores das escolas públicas e privadas e profissionais das forças de segurança e salvamento. A partir de 9 de maio será a vez das crianças de 6 meses a 6 anos, adultos com idade entre 55 e 59 anos, doentes crônicos, grávidas, puérperas e pessoas com condições especiais.

 De acordo com o secretário de Saúde, Valdeci Júnior, a vacina previne contra três tipos de vírus Influenza, sendo dois do tipo A (H1N1 e H3N2) e um do tipo B. “Temos visto muitas pessoas perguntando se ela também imuniza contra o coronavírus, e a resposta é não. Ainda não existe nenhuma vacina contra o Covid-19. Mas a vacina contra o Influenza é necessária para evitar mortes e agiliza a confirmação de casos do novo coronavírus, porque o médico vai poder descartar a Influenza em pessoas já imunizadas”, explicou Valdeci, lembrando que historicamente o pico de contágio do Influenza acontece entre os meses de abril e maio, e os sintomas podem ser confundidos com o do novo coronavírus, incluindo tosse, fadiga, febre, mal-estar e até falta de ar. “Caso a pessoa tenha febre e falta de ar persistente, o recomendado é que o primeiro atendimento seja feito na UBS onde tem cadastro”, recomendou o secretário.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Inscreva-se e receba conteúdos via E-mail

© 2019 Assessoria de Comunicação - ASCOM. Todos os direitos reservados.

Skip to content