Prefeitura inicia pagamento de auxílio tecnológico para profissionais do magistério de Iguaba

Nesta quarta-feira (22), a prefeitura de Iguaba Grande realiza o pagamento do auxílio tecnológico para profissionais do magistério. Cada servidor receberá o valor de 2 mil reais em cota única. O  pagamento servirá como ressarcimento de despesas que os profissionais tiveram na aplicação do ensino remoto, que está em funcionamento desde 31 de março de 2020, devido a pandemia da covid-19.

“Esses profissionais trabalham incansavelmente, utilizando o próprio computador, internet e luz dea casa, tornando a casa de cada profissional uma extensão do trabalho. Essa ação é um reconhecimento de todo o trabalho prestado. Temos um olhar diferenciado para levarmos educação de qualidade para os alunos, por isso  Iguaba se destaca como a melhor educação da Região dos Lagos.” Disse o secretário de Educação e Cultura, Fred Carvalho.

O auxílio será destinado a professores da creche ao 9º ano, pedagogos, orientadores pedagógicos, orientadores educacionais e inspetores escolares que estão em efetivo exercício na Rede Municipal de Ensino, com vínculo ativo até a data de 31 de agosto. 

Segundo o Prefeito Vantoil Martins, 337 profissionais serão beneficiados com o auxílio, investindo, aproximadamente, 700 mil reais  na economia local. 

“O principal motivo é o reconhecimento pelo trabalho prestado nesse período pandêmico. Nós temos responsabilidade de continuarmos investindo na educação de nossa cidade.” Declarou o prefeito.

Piso salarial da educação

Durante a live, realizada nesta terça-feira (21), o prefeito Vantoil Martins divulgou a aprovação da Lei Complementar 188/2021, que faz a adequação do piso salarial dos profissionais do magistério ao piso nacional, referente ao ano de 2020. 

“Isso é uma conquista que significa mais dignidade para os profissionais da educação. Nosso governo é um governo que trabalha por todos, que buscam a isonomia e investimentos nessa área tão importante para a sociedade :  a educação.” Declarou Vantoil.

Dessa forma, o professor efetivo com salário de R$ 1.372,20 passará a receber R$ 1.443,00 e o professor contratado com salário de R$ 1.100,00 passará ao valor de R$ 1.443,12. Já o professor I do quadro efetivo que recebe R$ 2.120,00 passará para o valor de R$ 2.229,60 e o contratado que recebe atualmente R$ 1.494,23 passará a receber R$ 2.229,60.