Profissionais de saúde recebem novos uniformes em Iguaba Grande

Desde 2007 eles não recebiam esse tipo de material

Depois de 13 anos de espera, finalmente os profissionais de Saúde de Iguaba Grande acabam de ganhar kit completo com novos uniformes. As roupas possuem especificações de acordo com a área e a necessidade dos profissionais, auxiliando na classificação de cada equipe no local de trabalho, e facilitando ainda, a identificação por parte do usuário do serviço de saúde. De acordo com a diretora da atenção básica do município, Cintia Assis, desde 2007 os funcionários não recebiam esse tipo de material. “Além de ser um facilitador na padronização da categoria profissional, a qualidade do material do uniforme proporciona conforto e segurança para todos os 617 profissionais da saúde da cidade”. 

Os agentes comunitários de saúde e agentes comunitários de endemia – que trabalham visitando as casas – receberam uma blusa de malha 100% algodão, colete com bolsos, mochila, boné e blusa de manga comprida com proteção UV. Os profissionais da enfermagem, odontologia e médicos receberam jalecos de manga comprida. Os auxiliares de serviços gerais receberam um conjunto de calça e blusa. Já os auxiliares administrativos e motoristas receberam uma blusa pólo 100% algodão. Todo o material é personalizado com bordado da Atenção Básica para identificação.

Iguaba mantém ações de combate à dengue

Município registra queda de 87,6% nos casos de dengue e de 95,2% nos casos de chikungunya

A Prefeitura de Iguaba Grande está reforçando as ações de segurança e higienização no combate ao mosquito aedes Aegipty. As visitas domiciliares, agora, seguem as recomendações do Ministério da Saúde: acontecem a cada dois meses e apenas a área externa dos imóveis, com o objetivo de verificar a existência de focos e alertar a população quanto aos riscos. 

Segundo as normas técnicas do Governo Federal, o carro UBV (Ultra Baixo Volume), conhecido popularmente como “fumacê”, só deve ser utilizado em períodos de epidemia. “Como os casos de dengue estão sob controle em Iguaba, de acordo com a norma técnica não temos necessidade de usar o carro fumacê no município”, contou o secretário de Saúde, Valdeci Júnior, lembrando ainda que em casas de veraneio as visitas são realizadas quando o morador está presente.

Durante todo o ano de 2019 foram registrados 276 casos de dengue e 377 de chikungunya em Iguaba Grande. Esse ano, até o mês de junho, foram 34 casos de dengue e 18 de chikungunya, uma queda de 87,6% nos casos de dengue e de 95,2% nos casos de chikungunya. Ainda assim, a Secretaria de Saúde disponibilizou dois telefones para que a população possa denunciar possíveis focos de mosquito: 2634-3738 e 2634-3808.

AÇÃO DE COMBATE AO MOSQUITO DA DENGUE CONTINUA EM IGUABA GRANDE

As ações do combate ao mosquito da dengue continuam em Iguaba Grande. As visitas domiciliares estão acontecendo normalmente, mas seguindo as recomendações do Ministério da Saúde para a prevenção do covid-19. Durante o ano, acontecem ao todo, seis ações como esta, sendo feitas uma a cada dois meses. As orientações são para que os agentes de saúde visitem apenas a área externa dos imóveis, com o objetivo de verificar a existência de focos e alertar a população quanto aos riscos.
Caso queira denunciar foco de mosquito, entre em contato com a ouvidoria da Secretaria de Saúde: 2634-3738/ 2634-3808.
Segundo as normas técnicas, o carro UBV (Ultra Baixo Volume) só deve ser utilizado em períodos de epidemia, portanto não há a necessidade do carro fumacê passar no município. Em casas de veraneio, as visitas são realizadas quando o morador está presente, no entanto as atividades continuam durante os finais de semana ou feriados.
Em 2019, foram registrados na cidade 276 casos de Dengue e 377 de Chikungunya. Esse ano, até o momento, temos registrados 34 casos de Dengue e 18 de Chikungunya.

Cemitério Municipal e Depto da Polícia Militar passam por desinfecção

O Departamento da Polícia Militar e o Cemitério Municipal de Iguaba Grande passaram por uma desinfecção na noite desta quarta-feira (10). Os agentes da vigilância sanitária usaram cerca de 130 litros de produto. Além do cemitério, ação percorreu algumas ruas próximo ao banco Itaú, do centro e também do bairro da Estação.
O objetivo da ação, feita durante a noite para facilitar os trabalhos dos agentes, foi proteger moradores contra o Coronavirus.

Secretaria de Saúde amplia atendimento nas UBSs

Três novos clínicos gerais vão atuar como médicos de família

A partir de hoje as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Cidade Nova I, Centro I e Vila Nova terão o atendimento reforçado com o apoio de três novos clínicos gerais que atuarão como médicos de saúde da família. O reforço foi anunciado pela Secretaria Municipal de Saúde de Iguaba Grande, que também ampliou de dois para quatro os dias de atendimento nessas unidades. “Com este reforço esperamos não apenas agilizar a demanda, mas também beneficiar mais moradores”, explicou o secretário de Saúde, Valdeci Júnior. 

As Unidades Básicas de Saúde fazem parte do programa de Atenção Básica criado pela Política Nacional de Urgência e Emergência, lançada pelo Ministério da Saúde em 2003, sendo gerenciadas pelas Prefeituras. Atualmente Iguaba Grande possui nove equipes oferecendo serviços de médico de família, enfermagem e odontologia, conforme determinado pelo Governo Federal através da chamada “atenção primária”, que nada mais é do que o primeiro atendimento em casos que não sejam de urgência nem de emergência, como diarreia, dor de cabeça, resfriado ou gripe, escoriações por queda (por exemplo, um joelho ralado, ou pequenos cortes).

Também é na UBS que os pacientes com doenças crônicas como hipertensão e diabetes recebem tratamento e acompanhamento multiprofissional (médico, enfermeiro, nutricionista…). No local a população também dispõe de serviços como vacinação, acompanhamento pré-natal e pós-parto, consultas com médicos e enfermeiros, oficinas de planejamento familiar, exercícios físicos e alimentação saudável entre outros.

Iguaba Grande define plano de prevenção ao coronavírus

Campanhas de orientação serão implantadas em todas as unidades de saúde do município 

A Secretaria de Saúde de Iguaba Grande inicia, esta semana, o plano de prevenção ao coronavírus. As primeiras estratégias foram definidas em reunião realizada na tarde da última sexta-feira (28) com a presença do secretário Valdeci Júnior e de equipes da UPA, Vigilância em Saúde, Departamento de Atenção Básica, Policlínica e Departamento de Epidemiologia. Todas as ações seguem recomendações tanto do Ministério da Saúde, quanto da Secretaria Estadual de Saúde e Vigilância Sanitária / Epidemiológica. 

Segundo o Ministério da Saúde, no momento existem 252 casos suspeitos da doença em todo o Brasil, e dois confirmados em São Paulo. No estado do Rio de Janeiro o último boletim informa a existência de 19 casos suspeitos, nenhum na área da Região dos Lagos. Mesmo assim, a Secretaria de Saúde de Iguaba Grande promoverá diversas campanhas de orientação à população, e capacitação de todos os servidores para que possam esclarecer as dúvidas em todas as Unidades de Atenção Básica e demais unidades de saúde do município. 

Durante a reunião, também foram definidas estratégias de isolamento de pacientes com suspeita da doença bem como definição de equipes de atendimento e higienização do espaço entre outros assuntos. Já os agentes comunitários de saúde ficarão responsáveis por levar orientação aos moradores de casa em casa, enquanto enfermeiros das Unidades Básicas de Saúde, da Policlínica e da UPA farão o mesmo trabalho nos locais de atendimento. “O importante é que as pessoas não se desesperem. Neste momento a informação é nossa maior aliada e vamos trabalhar para levá-la a todos os moradores. Pedimos apenas que a população fique atenta a todas as nossas orientações para que tenhamos sucesso em todo nosso plano de contingência”, tranquilizou Valdeci, colocando à disposição o telefone do setor de Vigilância em Saúde do município: (22) 2634-3738 ramal 224 ou 225.

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente foi descoberto em dezembro de 2019 após casos registrados na China. Os primeiros casos de coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. Dentre os possíveis sintomas estão febre, dor de cabeça, dificuldade para respirar, tosse, diarreia e pneumonia. É transmitido pelo ar (gotículas de saliva, espirro e tosse), pelo contato físico (beijo, aperto de mão e abraço) e por superfícies não higienizadas como celulares, maçanetas, corrimão, teclas, botões e apoios em transportes públicos. Por isso é recomendável lavar as mãos sempre e usar álcool gel, além de evitar contato dos dedos com mucosas do nariz, olhos e boca. Já o tratamento é feito com medicamentos que aliviem os sintomas.

Iguaba Grande reforça campanha contra o sarampo

Unidades de Saúde estarão de portas abertas no primeiro sábado de março

A Secretaria de Saúde de Iguaba Grande está convocando a população para mais uma etapa da campanha de vacinação contra o sarampo. Será no primeiro sábado de março (dia 7), das 8h às 17 horas, nas Unidades Básicas de Saúde do Centro, Boa Vista, Cidade Nova 2 e Vila Nova. Devem ser vacinadas pessoas com idade entre 6 meses e 59 anos.

Desde janeiro a Secretaria de Saúde de Iguaba tem intensificado a vacinação contra o sarampo. Devido ao surgimento de novos casos confirmados da doença no Estado do Rio de Janeiro, o trabalho vem sendo reforçado com o funcionamento de alguns postos de saúde aos finais de semana.

De acordo com a coordenadora de Imunização, Maria das Graças Valente da Costa, a cobertura vacinal de Iguaba Grande está acima da média, mas ela alerta que a prevenção continua sendo importante. “A cobertura vacinal é calculada com base no número de crianças até um ano de idade que já foram imunizadas. Então, podemos afirmar que desde o ano passado nossa cobertura é de 132,59% do público alvo, ou seja, imunizamos todas as nossas crianças e ainda atendemos parte das cidades vizinhas”, explicou Maria das Graças.

O sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, e que pode deixar sequelas por toda vida ou mesmo levar a óbito, principalmente em menores de 5 anos. A transmissão acontece por meio de tosse, fala, espirro ou mesmo da respiração. Segundo Maria das Graças, a única maneira de evitar o contágio é através da vacina tríplice viral, que previne contra sarampo, caxumba e rubéola, e que deve ser aplicada a partir dos 6 meses de vida até 29 anos, e também através da dupla viral, contra sarampo e rubéola, para pessoas entre 30 e 59 anos.

“Independente da campanha, importante frisar que as UBSs de Iguaba Grande disponibilizam essas vacinas durante todo ao ano porque elas fazem parte do Calendário Nacional de Vacinação. Caso a pessoa não saiba, ou não se lembre se já foi imunizada, recomendamos que ela vá até o posto de saúde mais próximo e, por via das dúvidas, tome a vacina para garantirmos a erradicação total da doença”, esclareceu Maria das Graças. Ainda sobre a vacina, a coordenadora alerta que não podem ser imunizados:

– gestantes (mulheres que pretendem engravidar devem aguardar pelo menos 30 dias após a vacinação)

– pessoas com alergia grave à ovo 

– pessoas com quadro febril

Iguaba Grande na luta contra o sarampo

Mesmo tendo atingindo a cobertura de 132,59%, a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Saúde, estará realizando no próximo dia 1º de fevereiro, o Dia D contra o sarampo, para faixa etária dos 6 meses aos 59 anos de idade. Portanto, as Unidades Básicas de Saúde do Centro, Cidade Nova I, Sapeatiba Mirim e Pedreira estarão funcionando das 8h às 17 horas.

De acordo com o Programa de Imunização da Vigilância em Saúde, a doença está avançando em todo Estado do Rio de Janeiro e a proposta é que a vacinação prossiga para a doença seja erradicada totalmente.
Vale lembrar que, para vacinação é necessário levar a caderneta de vacinação.

#UmNovoJeitoDeGovernar
#VemComAgente
#IguabaGrandeNoCaminhoCerto

Iguaba Grande na luta contra o sarampo

Mesmo tendo atingindo a cobertura de 132,59%, a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Saúde, estará realizando no próximo dia 1º de fevereiro, o Dia D contra o sarampo, para faixa etária dos 6 meses aos 59 anos de idade. Portanto, as Unidades Básicas de Saúde do Centro, Cidade Nova I, Sapeatiba Mirim e Pedreira estarão funcionando das 8h às 17 horas.

De acordo com o Programa de Imunização da Vigilância em Saúde, a doença está avançando em todo Estado do Rio de Janeiro e a proposta é que a vacinação prossiga para a doença seja erradicada totalmente.
Vale lembrar que, para vacinação é necessário levar a caderneta de vacinação.

#UmNovoJeitoDeGovernar
#VemComAgente
#IguabaGrandeNoCaminhoCerto

Prefeitura abre novo espaço para Serviço Residência Terapêutica

Os pacientes com problemas mentais já estão em novo endereço. Desde o início deste ano, a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Saúde, está oferecendo o Serviço de Residência Terapêutica (SRT) aos seus usuários em um espaço mais adequado, que fica localizado na Rua Lídia Raposo Lopes, nº 13, bairro Iguabela. O Prefeito Vantoil e o Secretário de Saúde, Valdeci Júnior observaram de perto o novo espaço.

O STR significa moradia acolhedora e fixa para pacientes com problemas psiquiátricos. Seu funcionamento conta com o trabalho de assistente social, psicólogo, médico psiquiatra, enfermeiro, técnico de enfermagem e uma dupla de cuidadores 24 horas, que trabalham em sistema de revezamento, para melhor atender aos seus moradores.

Segundo o Secretário de Saúde, Valdeci Júnior, o STR estava funcionando em local inadequado. “ O espaço era no anexo ao CAPS, mas estava muito pequeno e quente. Então, vimos a importância da mudança para um lugar mais confortável, arejado, amplo e maior. Hoje estamos vendo que o serviço está incomparavelmente melhor, para atender a essa demanda” – declarou o Secretário de Saúde.

É importante ressaltar que, todas as despesas com energia elétrica, água, alimentação e medicamentos dos pacientes são arcadas pela Prefeitura Municipal de Iguaba Grande.

#UmNovoJeitoDeGovernar
#VemComAgente
#IguabaGrandeNoCaminhoCerto