Produtores rurais recebem sementes para plantio em Iguaba Grande

A ação visa o incentivo do plantio e consumo de produtos com método orgânico

Ao longo desta semana, cerca de 70 famílias de produtores rurais do município de Iguaba Grande receberam um reforço importante para fortalecer a agricultura local: a distribuição de sementes de hortaliças, frutas e legumes para estimular a plantação de métodos orgânicos e trazer uma renda a mais para esses profissionais. A Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e Pesca doou sementes de coentro, salsa, alface, abóbora, pepino, berinjela, melancia, entre outras. Para auxiliar os produtores, as sementes foram acompanhadas de um calendário com a época certa para a plantação de cada item.

O Secretário da pasta acredita que ações como esta incentivam o plantio e o consumo de produtos naturais. ‘’Além de ser uma renda a mais para essas famílias, a iniciativa visa estimular esse comércio, que é parte de Iguaba Grande’’ afirma.

Parte dessas famílias faz a distribuição de produtos orgânicos para a merenda escolar do município, que precisou ser interrompido devido a pandemia de Covid-19. Outras famílias expõem e vendem seus produtos na feirinha toda quinta-feira na praça da Estação.

Feira Livre movimentou o comércio local neste domingo

A Feira Livre de Cidade Nova foi inaugurada ontem (15), na Rua Maria Gorete, com a venda de acessórios, roupas, maquiagem, queijos, doces, diversos cardápios com comidas para almoço e produtos da terra.

O Secretário de Agricultura Abastecimento e Pesca, Vagnei Lessa, explica os motivos de criar mais uma feira livre no Município. “Nós fomos procurados pelos moradores do Bairro que levaram a ideia de criar uma feira que inicialmente seria agrícola. Hoje estamos inaugurando uma nova referência de encontros aos domingos, além de uma nova renda gerada para o Município”, esclarece o Secretário.

As feirantes Rejane e Carla Adriana, representantes da barraca ‘ Coisas de Roça’, que vende doces, salgados e outras guloseimas, alguns produzidos com frutos e legumes orgânicos, ressalta a importância da criação de um novo ponto para feira livre. “A feira tem tudo para dar certo, pois está bem localizada, em um bairro populoso, próximo à Rodovia. Estamos confiantes que vai emplacar e movimentar a economia do Município”, disse as feirantes.

O Prefeito, Vantoil, que estava presente na feira discursou deixando uma mensagem de apoio aos novos feirantes. “É o começo daquilo que tem tudo para dar certo e vai dar certo, aos poucos ela irá fazer parte da nossa cultura. O empreendedorismo é feito de perseverança, de acreditar e ter fé”, declarou Vantoil.

#UmNovoJeitoDeGovernar

Cidade Nova ganha Feira Livre a partir deste domingo

Os moradores do bairro Cidade Nova ganharam uma ótima opção para comprar barato! Todo domingo, a partir das 8 horas da manhã, cerca de 35 feirantes irão expor para venda diversos produtos na rua Maria Gorete, na Feira Livre de Cidade Nova, que vai inaugurar neste final de semana (15). A Prefeitura Municipal, para facilitar a vida dos feirantes, resolveu isentar o pagamento da taxa nas três primeiras semanas de feira.

De acordo com o Secretário de Agricultura, Abastecimento e Pesca, Vagnei Lessa, esse era um pedido antigo dos moradores. ‘’Nós achávamos que seria uma feira de agricultura, né? Mas após várias reuniões percebemos que a ideia era fazer uma feira livre. Atendemos aos pedidos, e agora Iguaba conta com mais uma opção bacana para comprar barato. ’’ – esclareceu o Secretário.

Por lá será comercializado roupas, sapatos, maquiagem, hortifrúti em geral, artesanato, comida, entre outras coisas. A rua Maria Gorete, portanto, ficará fechada com o apoio da Guarda Municipal, até as 14h todos os domingos.

Para abrir processo e poder expor e vender na Feira, é necessário procurar a Postura de Iguaba Grande, para preencher uma ficha de inscrição, que deverá ser protocolada na Prefeitura Municipal, com identidade, CPF, título de eleitor e comprovante de residência.

Vale a pena conferir!

#UmNovoJeitoDeGovernar

O período de defeso terminou nesta madrugada

Na madrugada de quinta (31) para a sexta (01) encerrou o período de defeso em toda a Região dos Lagos.


O defeso serve para que as diversas espécies de peixes e até camarões possam se reproduzir. Sendo assim, os pescadores das cidades de Iguaba Grande, Araruama, São Pedro da Aldeia, Cabo Frio e Arraial do Cabo estavam proibidos de realizar a pesca durante os últimos três meses.


A fiscalização foi realizada durante todo o período por guardas civis e algumas apreensões foram feitas.


#UmNovoJeitoDeGovernar

APAE de Iguaba recebe doação camarões apreendidos em defeso pela Guarda Ambiental


A Guarda Ambiental apreendeu 20 quilos de camarão, na Laguna de Araruama, em período de defeso na noite desta quinta-feira (17). Os crustáceos foram doados a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Iguaba Grande na tarde desta sexta-feira, por meio da Prefeitura, através Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Pesca, e Secretária de Segurança e Ordem Pública.Os Guardas Ambientais apreenderam, além dos camarões, 11 redes de correnteza e uma Tróia (rede especifica para a pesca de camarões de 8 milímetros, que de acordo com eles, não é aceitável na Laguna.)

De acordo com a Guarda Ambiental de Iguaba, a escolha da associação que vai receber os materiais presos é feita pelo Comitê de Bacias do Consórcio Intermunicipal Lagos São João e Colônia de Pescadores, que une as Guardas dos municípios de Iguaba, Araruama, São Pedro. Ainda de acordo com eles, em outras ocasiões de apreensão na Laguna, os peixes foram doados as cidades vizinhas.

O Vice-Prefeito, Alexandre da Farmácia, foi pessoalmente entregar os alimentos, e destacou a importância de ações como a do Comitê, em doar para associações as apreensões. Para a Presidente da Associação, Geise Teles, receber doações, de qualquer natureza, é sempre uma dádiva – ‘’ a APAE é muito carente de recursos, né? Então quando a gente recebe algo, recebe de braços e coração abertos. ’’

O defeso é a época em que os pescadores das cidades de Iguaba Grande, Araruama, São Pedro da Aldeia, Cabo Frio e Arraial do Cabo ficam proibidos de pescar na lagoa, de 1º de agosto a 30 de outubro, para que as várias espécies de peixes e até camarões possam se reproduzir. Portanto, a pesca de qualquer natureza é considerada crime ambiental, sujeito a 5 anos de prisão.

#UmNovoJeitoDeGovernar

Produtores rurais de Iguaba Grande recebem atendimento

Produtores Rurais

Atendendo a grande demanda de solicitações, a Prefeitura Municipal de Iguaba Grande, por meio da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Pesca, visitou na manhã desta quarta-feira (21), alguns produtores rurais do município.


O Secretario da pasta, Vagnei Lessa, esteve no bairro Arrastão das Pedras, no sítio da Ana Maria, com a mecanização agrícola para auxiliar o plantio de milho e feijão.
Além disso, fez uma limpeza de pastagem, junto ao produtor rural, Paulo Vieira, no mesmo bairro. De acordo com o Secretário, o pasto estava tomado por uma árvore espinhenta, chamada de ‘’Espinho de Maricá’’, que prejudica a pastagem que alimenta os animais locais. 


Ainda segundo Vagnei, já foram feitos 37 atendimentos com a mecanização agrícola em cerca de dois meses.
Os pequenos produtores que desejam os serviços da Secretaria de Agricultura, como limpeza de pastagem, mecanização para plantio e outros, podem fazer a solicitação pelo telefone: (22) 2624-4892. Vale lembrar que a Prefeitura disponibiliza as máquinas e o agricultor disponibiliza o abastecimento de óleo Diesel.

#UmNovoJeitoDeGovernar

Iguaba terá ações de fiscalização durante o período de defeso

Começa nesta quinta-feira (1) o Período do Defeso na Região dos Lagos. O Prefeito Vantoil, junto a Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Pesca, reuniu-se na manhã desta quarta-feira (31) com representantes do Comitê de Bacias do Consórcio Intermunicipal Lagos São João e Colônia de Pescadores para a solenidade de abertura do Defeso na Região dos Lagos.

O defeso é a época em que os pescadores das cidades de Iguaba Grande, Araruama, São Pedro da Aldeia, Cabo Frio e Arraial do Cabo ficam proibidos de pescar na lagoa, de 1º de agosto a 30 de outubro, para que as várias espécies de peixes e até camarões possam se reproduzir.

Cada município indica dois Guardas Civis Ambientais para plantão em escalas de 24 por 72 horas. Iguaba Grande irá atuar com um barco durante a madrugada. Segundo o Secretário de Agricultura, Abastecimento e Pesca, Vagnei Lessa, os kits contendo roupas adequadas, alimentos e combustível para o funcionamento do barco foram distribuídos durante a solenidade de abertura, conforme prometido em reunião anterior.

A colônia de pescadores reivindicou maior transparência na aplicação de recursos que vem do consórcio, e maior agilidade no pagamento da ajuda de custo. Os pescadores recebem do Governo Federal, através do INSS, um salário mínimo durante os três meses de defeso, entretanto, de acordo com eles, o benefício demora para sair, o que os deixam sem ter recursos para alimentar a família e pagar as contas. Além disso, solicitaram que o defeso seja feito duas vezes por ano: Uma para o peixe, e outra apenas para camarões, para que não fiquem completamente sem renda e dependente do benefício do Estado. O prefeito Vantoil apoiou as reivindicações, ‘’ é importante ouvir os pescadores. Iremos trabalhar para que suas ideias sejam ouvidas e atendidas. ’’

#UmNovoJeitoDeGovernar

Prefeitura está atenta para época do defeso

Defeso

Na última quarta-feira (24), as secretarias de Agricultura, Abastecimento e Pesca; de Meio Ambiente e de Ordem Pública reuniram-se com representantes do Comitê de Bacias do Consórcio Intermunicipal Lagos São João e Colônia de Pescadores de Iguaba Grande, a fim de definirem um plano de ação para fiscalização do período de defeso, que ocorre em Iguaba, Araruama, São Pedro da Aldeia, Cabo Frio e Arraial do Cabo.

O defeso é o período em que os pescadores ficam proibidos de pescar na lagoa, de 1º de agosto a 30 de outubro, para que as várias espécies de peixes e até camarões possam se reproduzir. Contudo, os pescadores recebem do Governo Federal, através do INSS, um salário mínimo durante esses três meses.

Segundo o Secretário de Agricultura, Abastecimento e Pesca, Vagnei Lessa, a reunião foi bem proveitosa: “Ficou definido que numa ação integrada pelos cinco municípios e o consórcio Lagos São João, teremos funcionários e guardas ambientais fiscalizando todas as noites, além de combustível para abastecer os barcos na ação.”- declarou.

Essas operações são compostas por guardas civis ambientais de cada município e polícia ambiental que disponibilizará efetivo para fazer esse combate numa escala de 24 por 72 horas. Inclusive, será feito um treinamento na véspera para que se formem novos multiplicadores desse trabalho.

#UmNovoJeitoDeGovernar

Iguaba Grande recebe o Superintendente Federal de Agricultura do Rio

Reunião colocou em pauta benefícios como o cadastro dos pescadores da Região

 

Nesta manhã (27), lideranças pesqueiras dos municípios do Entorno da Lagoa de Araruama se reuniram com o Superintendente Federal de Agricultura do Estado do Rio de Janeiro, Gilberto Alencar, na Secretaria de Meio Ambiente de Iguaba Grande, para debater benefícios destinados aos pescadores da Região.  Estiveram presentes o Coordenador da Câmara Técnica de Pesca do Comitê Bacia Lagos São João, Francisco Neto, o Secretário municipal de Meio Ambiente, Paulo Sérgio Cunha e representantes dos Municípios de Araruama, São Pedro da Aldeia, Cabo Frio e Arraial do Cabo.

 

O objetivo principal da Reunião foi solicitar o Credenciamento dos Pescadores, e também a análise das carteiras canceladas e suspensas. “A ideia é que aconteça um mutirão em todos os municípios para cadastrar os pescadores e as embarcações junto ao Ministério da Agricultura”, afirmou o coordenador Francisco Neto.

O Superintendente Gilberto Alencar afirmou que trará do Ministério todas as ações necessárias para ajudar no desenvolvimento da pesca na Região. “O setor público tem que se aproximar cada vez mais do pescador, pois a pesca artesanal é uma atividade importante no nosso estado e, além disso, são muitas famílias empregadas através dessa atividade”, destacou Gilberto.

 

O cadastro é muito importante e necessário para os pescadores, pois com o cadastro, o pescador passa a ser segurado especial da Previdência e irá receber benefícios como a aposentadoria, além de receber o seguro defeso, que é um auxílio concedido aos pescadores durante o período em que a atividade pesqueira é proibida.

 

Texto e Fotos: Júlya Costa